Integrações VCS: Configuraçãp Online

Para obter a integração do Sistema de Controlo de Versão (VCS) a funcionar, deves especificar quais ficheiros de origem devem ser traduzidos e como o Crowdin deve estruturar os ficheiros traduzidos no teu repositório.

Configuração de Ramo

Configure the selected branch to specify the source and translated files path. To open the Branch Configuration dialog click Edit Configuration.

Em seguida, poderás criar uma configuração ou carregar um ficheiro de configuração do teu repositório.

Integração configurada

Carregar uma Configuração

Se já tiveres um ficheiro de configuração guardado no teu repositório, podes selecionar este ficheiro, ao seguir estes passos:

  1. Clica Mais.
  2. Seleciona Carregar configuração da lista suspensa.
  3. Digita o nome do ficheiro de configuração do teu repositório.
  4. Clica Continuar.

Carregar configuração

Então podes usar esta configuração como está ou fazer algumas alterações, que serão guardadas neste ficheiro de configuração.

Criar uma Configuração

Na caixa de diálogo Configuração de Ramo, podes criar uma configuração que será usada para a integração.

Para isso, nomeia o ficheiro de configuração e clica Continuar.

Configuração de ramo

Em seguida, seleciona o caminho do ficheiro de origem, e dos ficheiros traduzidos, ao usar os padrões e espaços reservados listados e explicados abaixo.

Depois de configurar e guardar a configuração para o ramo selecionado, o ficheiro de configuração será guardado na raiz do ramo de tradução no teu repositório.

Padrões

* (asterisk)

Represents any character in file or directory name. If you specify a “*.json” it will include all files like “messages.json”, “about_us.json” and anything that ends with “.json”.

** (doubled asterisk)

Corresponde a qualquer frase recursiva (incluindo subdiretórios). Note that you can use ** in both source and translation patterns. When using ** in the translation pattern, it will always contain sub-path from source for a certain file. For example, you can use source: ‘/en/**/*.po’ to upload all *.po files to Crowdin recursively. The translation pattern will be ‘/%two_letters_code%/**/%original_file_name%’.

? (ponto de interrogação)

Corresponde a qualquer caractere único.

[set]

Matches any single character in a set. Behaves exactly like character sets in Regexp, including set negation ([^a-z]).

\ (barra invertida)

Escapa o próximo metacaractere.

Espaços reservados

Usa espaços reservados para identificar onde os ficheiros traduzidos serão colocados e como eles serão nomeados:

Nome Descrição
%language% Nome do idioma (exemplo, Ukrainian)
%two_letters_code% Código do idioma ISO 639-1 (exemplo uk)
%three_letters_code% Código do idioma ISO 639-2/T (exemplo ukr)
%locale% Localidade (como uk-UA)
%locale_with_underscore% Região (exemplo, uk_UA)
%original_file_name% Nome do ficheiro original
%android_code% Identificador de localidade do Android usado para nomear diretórios "values-"
%osx_code% Identificador de localidade do OS X usado para nomear diretórios ".lproj"
%original_path% Pega os nomes das pastas projeto no projeto do Crowdin para caminho o caminho de ficheiro no pacote resultante
%file_extension% Extensão do ficheiro original
%file_name% Nome do ficheiro sem extensão

Definições Avançadas

Ignorar Ficheiros

Caso haja ficheiros que não devam ser traduzidos, usa a opção Padrão Ignorado e o Crowdin não enviará os ficheiros específicos para tradução.

Ignorar ficheiros ou pastas

Mapeamento do Idioma

Para usar códigos de idioma personalizados diferentes daqueles definidos pelo Crowdin, podes configurar o mapeamento de idioma. Isto ajudará a manter a estrutura dos ficheiros de tradução exportados consistentes. Podes mapear quantos idiomas precisares.

Para adicionar o mapeamento de idioma, segue estes passos:

  1. Abre a secção Mapeamento de Idioma. Mapeamento de idioma
  2. Escolhe o idioma e o espaço reservado, necessários.
  3. Adiciona código personalizado.
  4. Clica Adicionar mapeamento para adicionar outro código personalizado.
  5. Clica em Guardar. Mapeamento de idioma

Configurar Folhas de Cálculo

Define the structure of your file in the Scheme field. List the values in the necessary sequence using commas:

  • identificador — a coluna contém um identificador único da frase de origem
  • source_phrase — esta coluna contém o texto atual que deve ser traduzido
  • source_or_translation — O Crowdin deve considerar textos nesta coluna como as frases de origem para tradução e substituí-las com os textos traduzidos ao transferir o ficheiro resultante
  • tradução —os ficheiros de tradução resultantes são colocados nesta coluna
  • contexto — qualquer informação contextual que ajuda a perceber melhor o significado das frases de origem
  • max_length — defines the max. length of the translated texts

Se uma folha de cálculo contém as traduções para todos idiomas de destino, podes usar a opção Folha de Cálculo multilingue. Also, indicate the sequence of columns with translations in the Scheme filed, for example: identifier,source_phrase,context,uk,ru,fr (Language Codes).

Caso não queiras que o texto incluído na primeira linha seja traduzido, marca a opção Importar primeira linha como um cabeçalho.

Ficheiros de folha de cálculo

Configurar Ficheiros XML

Ficheiros XML

Traduzir Conteúdo Define se deves traduzir os textos colocados dentro das tags
Traduzir Atributos Define se os atributos das tags devem ser traduzidos
Segmentação de Conteúdo Define se os textos longos devem ser divididos em segmentos de textos menores.
Importante! Esta opção desativa a possibilidade de enviar traduções existentes para ficheiros XML quando ativada.
Elementos Traduzíveis Este é um array de frases, onde cada item é o XPaths para elemento DOM que deve ser importado.
Sample path: /path/to/node or /path/to/attribute[@attr]

Parâmetros Adicionais

Os seguintes parâmetros não podem ser configurados online:

  • preserve_hierarchy - guarda a estrutura de diretórios no Crowdin
  • dest - permite que especifiques um nome de ficheiro no Crowdin
  • tipo - permite que especifiques um tipo de ficheiro no Crowdin
  • update_option - mantém as traduções e mantém/remove as aprovações das frases alteradas durante a atualização do ficheiro
  • commit_message - mensagem de confirmação adicional, que pode incluir tags do Git
  • export_languages - exporta as traduções para os idiomas especificados

Depois de guardar a configuração online, um ficheiro crowdin.yaml será criado no ramo configurado. Podes editar este ficheiro, manualmente, para adicionar os parâmetros necessários. Lê mais sobre o ficheiro de configuração.

Guardar Configuração

Clica Guardar para visualizar a configuração criada.

Guardar configuração

Clica Adicionar Filtro de Ficheiro no caso de teres vários grupos de ficheiros com configurações diferentes.

Se houver vários ramos no projeto que compartilham a mesma configuração, e filtros diferentes, devem ser aplicados a eles, seleciona Aplicar filtros para todos os ramos traduzíveis.

Clica Guardar para guardar a configuração criada.

Aplicar filtros para todos os ramos traduzíveis

Depois de guardar, o envio dos ficheiros localizáveis para o Crowdin será iniciado.

Sincronização em progresso

Ver Também

Este artigo foi útil?