Gerenciamento de arquivos

Na maioria dos casos, o gerenciamento de arquivos é feita nas Definições do Projeto, aba Arquivos.

Priorização de arquivos

Se houver alguns arquivos que exigem tradução antes dos outros, você pode definir prioridade para eles. Clique no ícone seta ao lado de um desses arquivos para alterar a prioridade (Baixa, Normal, Alta).

Adicionar títulos extras para arquivos

Após o carregamento, pode oferecer aos tradutores mais títulos descritivos para os seus arquivos. Para isso, clique duas vezes no arquivo necessário e defina um título apropriado. Observe que esse título é mostrado apenas na interface do usuário do Crowdin e não renomeia o arquivo real.

Verificar o progresso

Pode verificar o progresso da tradução e da aprovação para cada arquivo. Primeiro, seleciona um ramo, pasta ou arquivos que precisa. Em seguida, clica com o botão direito do mouse, e escolhe Progresso. Para ver quantas palavras foram traduzidas e aprovadas, passa em cima o mouse na linha de progresso. Para abrir o arquivo escolhido no Editor, clique no idioma desejado.

Renomear arquivos

Para alterar o nome do arquivos, clica no botão das reticências ao lado do arquivo necessário e em seguida, clique Renomear.

Atualizar arquivos de origem

Caso você tenha adicionado algumas novas strings a um dos arquivos de origem, atualize-o para tornar as strings recém-adicionadas visíveis para os tradutores. Clique em Atualizar e selecione o novo arquivo.

Se algumas das frases fonte foram modificadas, o sistema mostra uma caixa de diálogo com uma lista dessas frases. Será capaz de escolher quais traduções existentes, poderá manter sem alterações ou apagar e se desejar manter, ou remover aprovações.

Restaurar versões anteriores

Cada vez que atualizar o arquivo de origem, uma nova revisão é criada. Para restaurar a versão anterior do arquivo, clica no número ao lado do arquivo na coluna de Revisão. Escolhe a data que queres restaurar o seu arquivo, clique em Restaurar.

Configurações de exportação de arquivos

Define um nome de arquivo ou caminho completo no arquivo resultante, usa espaços reservados para indicar a estrutura do conteúdo exportado.

Por exemplo, o arquivo de origem Resources.resx pode ser renomeado para Resources.uk-UA.resx antes de ser integrado com o aplicativo. Para que isto aconteça, define o O nome de arquivo resultante quando exportado para o seguinte: Resources.%locale%.resx.

Códigos de idioma nas configurações de exportação

Caso o seu projeto seja traduzido em vários dialetos do mesmo idioma, e quer usar os espaços reservados %two_letters_code% ou %three_letters_code% – é recomendável configurar o mapeamento de idioma. Isso porque alguns dos idiomas e os seus dialetos podem compartilhar o mesmo código de idioma e, portanto, esses arquivos serão ignorados durante a exportação.

Durante a exportação do arquivo, os códigos de idioma do Crowdin são adicionados, por padrão. Para usar os personalizados para idiomas específicos em todo o projeto – define o Mapeamento do Idioma.

Gerenciar Frases

Se algumas strings contiverem dados que não devem ser traduzidos (por exemplo, espaços reservados, outras entidades técnicas), você pode escondê-los dos tradutores. Para fazer isso:

  1. Vá para as Configurações do projeto, aba Frases
  2. Selecione as frases necessárias
  3. Clique Ocultar

Além disso, existe uma possibilidade de adicionar contexto para o texto, editar o texto de origem (apenas para os arquivos *.CSV), e definir o comprimento máximo. comprimento da tradução. Uma vez que os limites de tradução sejam excedidos, o sistema notifica o colaborador que a tradução deve ser mais curta.

Veja também

Este artigo foi útil?